Translate

Tuesday, January 31, 2012

chove
a casa de janelas vazias
se fecha
D. Vinoca em pé
chão de barro
paredes de barro
o alguidar no jirau colhe as pétalas de água
um aroma de lenha
destila
D. Vinoca
tão pequena
vestido de chita
me desenha um portal
e caminha com seu tamanco de couro e madeira
sob os trilhos do céu.

(Josette Lassance, do livro CRÔNICAS, SONHOS E CAFÉS, Ed. Cromos, 2011)

5 comments:

Nielson Alves said...

lindo!!

Nielson Alves said...

belo!

Marco Rocca said...

Putz... Excelente!!!

Marco Rocca said...

Belo por demais este poema, amiga Josette. Aplausos!!!

Marco Rocca said...

Excelente texto. Diria até mesmo poético... Aplausos à você escritora!